Você está aqui

Na LBV, o respeito à Natureza é coisa séria!

#PrestaçãodeContas: conheça algumas ações realizadas em 2017!

Brasília, DF — Os cuidados com o meio ambiente, do qual fazemos parte, são essenciais para uma vida equilibrada. E para que esse zelo ocorra, diferentes frentes de ações são importantes, como conversar sobre o assunto e fazer as informações circularem; conhecer as belezas naturais que dependem da preservação de todo mundo e colocar a mão na massa para cuidar de toda essa preciosidade. Desde sua fundação, em 1950, a LBV tem um trabalho constante nessa área. E aqui, queremos contar para você uma parte do que fizemos no ano de 2017, graças ao seu apoio!

“A destruição da Natureza é a extinção da Raça Humana”. Esta campanha, de autoria do diretor-presidente da LBV, José de Paiva Netto, sempre norteia as ações da entidade quando o assunto é meio ambiente. Para realizar esse trabalho, muitos parceiros e amigos colaboram nessa troca de conhecimentos. Em Ipatinga, técnicos da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (COPASA) conversaram com as crianças de forma bem criativa e lúdica sobre a água no Planeta e o que devemos fazer para a preservação e economia desse bem tão precioso para a humanidade. Os aprendizados, é claro, ficam guardados na mente da garotada. 

Divulgação

Ah, as crianças de Ipatinga estão tão craques no assunto sustentabilidade que, ainda em 2017, participaram do projeto “Progresso sim, destruição não!”. Meninas e meninos refletiram sobre os avanços tecnológicos e a preservação da natureza, sempre como protagonistas em diversas ações, como rodas de conversa, pesquisas, músicas, vídeos, filmes, contação de história, exposição de desenhos, confecção de maquetes, cartazes e objetos tecnológicos usando materiais recicláveis durante o projeto.

Álida Santos

Durante projeto, desenvolvido pela LBV em Ipatinga, as crianças e adolescentes descobriram que no Japão, em dezembro de 2014, foi inaugurada a cidade de Fujisawa, cidade inteligente, planejada para gastar o mínimo possível dos recursos naturais, como a água, e economizar no consumo de combustíveis fósseis. Desta forma, as crianças confeccionaram uma maquete da cidade inteligente.

No Rio de Janeiro, RJ, no embalo dos cuidados com a natureza, o Centro Educacional José de Paiva Netto realizou uma feira cultural com o tema “Água”. Os alunos do Ensino Fundamental II realizaram trabalhos lindos com o apoio de seus educadores. Com cartazes e maquetes, eles entenderam melhor como funciona cada etapa do cuidado com a água e compartilharam o conhecimento com os amigos. Ainda em terras fluminenses, a garotada plantou mais de 50 mudas de árvores nativas numa parceria de sucesso com o projeto Maricá + Verde.

Janaína Rosa
“ A destruição da Natureza é a extinção da Raça Humana”.

Em Campinas, SP, meninas e meninos atendidos pela LBV conheceram a Estação de Tratamento de Água e Esgoto e também participaram de uma série de atividades lúdicas e educativas.

César Faria

Durante o percurso pela estação de tratamento da água do Rio Capivari, em Campinas, SP, os pequenos puderam conhecer todo o procedimento para limpeza do líquido.

Além de aprender como é o tratamento de água, os atendidos pela LBV também tiveram a oportunidade de aprender como funciona o sistema de Energia Solar, uma forma limpa de energia, isso em Belo Horizonte, MG.  Ainda na capital mineira, as crianças que participam das atividades no Centro Comunitário de Assistência Social aprenderam outra forma de economizar: reciclando. Palitos de picolé, potes, CDs antigos e muitos outros materiais recicláveis viraram lindos trabalhos, inspirados em grandes nomes da arte, como Tarsila do Amaral, Picasso, Van Gogh e Romero Brito. Claro que todo mundo quis ver, e os trabalhos ficaram expostos na Unidade social e mostraram o capricho dessa turma mineira.

Viviane Oliveira

Por um tempo, os adolescentes se contiveram em ouvir as orientações e fazer perguntas sentados. Mas a garotada mineira queria ver de perto os equipamentos geradores da energia solar.

Melhor idade

O pessoal da melhor idade também tem momentos para aprender mais e ter sua consciência despertada para a importância de comportamentos sustentáveis. Em Fortaleza, CE, os atendidos pela LBV conversaram com representantes da ENEL (Companhia Energética do Ceará), que destacaram algumas dicas que diminuem o uso da energia e economizam seu consumo diário, além de estimular as mulheres aos cuidados com o orçamento familiar.

Já no Rio de Janeiro, as vovós e os vovôs que são atendidos no Lar Vovó Ássima e Vovô Elias Zarur têm sempre ações de contato com a natureza. Numa atividade repleta de boas recordações, eles plantaram algumas verduras e cuidaram da horta até a hora de colher.

Vivian R. Ferreira

Em Aracaju, SE, os jovens da melhor idade que participam do programa Vida Plena também colocaram a mão na massa, ou melhor, na terra! Eles participaram do projeto “Horta Terapia”, em parceria com meninas e meninos que também são atendidos pela LBV na cidade.  Uma graça ver crianças e idosos produzindo juntos! É como ensina o educador Paiva Netto: “Devemos aliar ao patrimônio da experiência dos mais velhos a energia dadivosa dos mais moços”

Conhecer para preservar

Nesse processo de conscientização, a LBV tem a consciência de que propiciar o acesso da garotada a parques e outros espaços que promovam a preservação dos recursos naturais reforça ainda mais a importância desse cuidado. Em São Paulo, a garotada conheceu o Jardim Botânico e o Parque da Cantareira. No Distrito Federal, o Parque Ecológico de Águas Claras foi o local que recebeu as crianças atendidas pelo Centro Comunitário da LBV em Brasília. Em João Pessoa, o Parque Zoobotânico Arruda Câmara, mais conhecido por BICA, recebeu as crianças. Em Franca, SP, a garotada conheceu e se divertiu na área verde da Indústria de Calçados Samello.

Ainda nesta questão de proporcionar a seus atendidos oportunidades de conhecer a natureza de perto, a LBV mantém em Glorinha, RS, o Jardim Botânico José de Paiva Netto há 11 anos. No vídeo abaixo, você pode conhecer um pouco mais sobre este espaço de harmonia e beleza.

 

Consumo sustentável

Um assunto importantíssimo quando a questão é sustentabilidade é a questão do consumo humano. Dentre muitas ações realizadas pela LBV, a oficina de customização de roupas colabora para incentivar a criatividade das atendidas, evitar o descarte de peças que ainda podem ser usadas e, de quebra, ajudar as mulheres do programa Vivência Solidária, de São Gonçalo, RJ, a terem uma renda extra.

Ainda neste objetivo de aprender a reciclar e tirar, do lixo, um complemento para a renda familiar, em Fortaleza, CE, as mulheres atendidas pela LBV participaram do projeto Reciclocidades, iniciativa da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (CAGECE), que proporcionou uma oficina de reciclagem com o objetivo de estimular a coleta seletiva e a reciclagem de materiais para confecção de peças artesanais, como bolsas, bijuterias, tapetes, almofadas e cestarias.

Outra frente nesta temática foi levar as crianças a refletir sobre o consumo, por meio do projeto “Quero ou preciso?”, desenvolvido com as crianças atendidas pela LBV na capital mineira.  Elas aprenderam como administrar o “dinheiro” e também como pesquisar preços no supermercado, refletindo também sobre quais são as necessidades reais e quais não são.

Viviane de Oliveira

Muito aprendizado para as crianças e jovens de Belo Horizonte, MG. Eles aprenderam a observar no rótulo o valor nutricional, os ingredientes, a quantidade, a validade, a embalagem e o preço para então decidir se vale a pena levar um produto.

Isso é só um pouquinho, mas você pode acompanhar tuuudo na página Notícias, ou encontrar a Unidade da LBV mais perto de você e conhecer as ações realizadas pela Instituição. =)