Você está aqui

Terceiro dia: uma visão do 14º Congresso Internacional de Educação, da LBV

A educadora Fernanda Lippi Portes conta o que aprendeu no evento realizado na capital paulista

Realizar-se profissionalmente é algo que todas as pessoas desejam. Erigir um trabalho e fazer a diferença na educação, transformar, promover uma aprendizagem significativa é preponderante no nosso labor. Ao participar de mais um Congresso Internacional de Educação, da Legião da Boa Vontade, paro para refletir e, em uma breve retomada, posso dizer primeiramente que a experiência que galguei nesses anos alavancou minha vida profissional.

Sou grata a cada palestra motivadora de que participei neste encontro e nos demais, que reforçam o Afeto* e deixam claro que o desenvolvimento é pleno e são pertinentes os pontos essenciais com um único objetivo: formar "Cérebro e Coração".

Vivian R. Ferreira
Existem diversas formas de fazer com que a criança entre no mundo da imaginação e uma delas é a contação de histórias. Esta oficina estimulou os participantes a buscar diferentes maneiras de realizar essa atividade, que colabora no desenvolvimento cognitivo e emocional do aluno.

Os nossos meninos e meninas não são como antes... Com um simples toque em uma tecla, fazem aparecer o mundo fantástico da eletrônica. Os educadores também não são mais como antes: fotocopiam, ampliam, reconstroem e, com uma boa pesquisa, preparam aulas interessantes. São capazes de ver, além de um ser físico, o espiritual, como vimos nas fotos e na palestra A pesquisa como prática da Pedagogia do Afeto e do Cidadão Ecumênico.

+ Veja aqui outros destaques dessa palestra

Mas há coisas que não mudam...

Há coisas que o tempo e os anos respeitam: o olhar, o contato caloroso, o carinho, o sentimento profundo de amizade que surgem entre os alunos e os educadores. Reflexo do afeto que aquece os corações. Apaixonar-se por educação é apaixonar-se por toda proposta que nos leva a uma interação com o aluno, para torná-lo mais inteligente, provocando e desenvolvendo um ser crítico, como mencionou o palestrante Marcos Meier, ligando o conteúdo com a vivência, o dia a dia a valores aliados a cada raciocínio construído. Para isso, só com um Método de Aprendizagem por Pesquisa Racional, Emocional e Intuitiva (MAPREI)!

Meus parabéns são voltados a todos que se envolveram para que esse Congresso pudesse ocorrer, que tanto pesquisaram, dedicaram-se, semearam, para que outros pudessem colher, como eu, hoje, sendo educadora do Instituto de Educação José de Paiva Netto (IEJPN), aqui presente, prestigiando.

Vivian R. Ferreira
Os participantes refletiram sobre o som como um instrumento manipulado, pesquisado e explorado, conhecendo os parâmetros sonoros.

Levo comigo os sorrisos de cada oficina em que entrei. A troca de ideias, a vontade de retornar à sala de aula e repartir os ensinamentos compartilhados neste encontro de Educação.

______
* Leia mais sobre a Pedagogia do Afeto e a Pedagogia do Cidadão Ecumênico, aplicadas com sucesso nas unidades da Legião da Boa Vontade.