Você está aqui

No DF, crianças da LBV prestigiam exposição sobre xilogravura

A exposição reproduz obras de artistas consagrados, como Ariano Suassuna. A visita buscou aproximá-las da arte e valorizar a cultura brasileira.

O Museu Nacional da República, localizado em Brasília, recebe, até 4 de fevereiro, a exposição "A xilogravura popular — Xilógrafos e poetas de cordel". A mostra reúne 223 xilogravuras e matrizes criadas por artistas populares ligados ao cordel.

Karina Dametto

As crianças atendidas pela LBV prestigiaram a mostra "A Xilogravura Popular — Xilógrafos e Poetas de Cordel". Foi uma diversão só! \o/

As crianças atendidas pela Legião da Boa Vontade (LBV) na capital federal tiveram a oportunidade de visitar essa exposição, que reproduz obras de artistas consagrados, como Ariano Suassuna. A iniciativa visa aproximá-las da arte e valorizar a cultura brasileira.

A pequena Emilly de Jesus, de 8 anos, relatou sua experiência: “Eu vi tantas coisas! Aqui está a nossa história brasileira”.

Karina Dametto

Durante o passeio, os pequenos conheceram as peças de madeiras esculpidas que são utilizadas nas ilustrações do cordel e na técnica da xilogravuras.

“Eles foram feitos da madeira, não foi com computador. E os desenhos ficaram bem bonitos”, contou Miralva, também de 8 anos. Sobre o conteúdos das obras, ressaltou: “Eu aprendi muita coisa, aqui tem muitas coisas para ver, quadros e vários quadros”.

A monitora da exposição Vilma Lopes contextualizou a importância da mostra para a formação cultural da garotada. “A intenção da exposição é exatamente mostrar a cultura popular do Brasil, como existe uma cultura, que muitas vezes fica esquecida, que a gente não conhece, mas que é muito rica, que é a xilogravura”, disse.

A mostra também trouxe cordéis e muito do imaginário popular nordestino.

Você pode conhecer mais sobre essa e outras ações desenvolvidas pela Legião da Boa Vontade, que trabalha pela formação de Cidadãos Ecumênicos, Solidários e Altruísticos, desde a infância, aqui no Blog. Em Brasília, visite o Centro Comunitário de Assistência Social da LBV, localizado na Quadra 915, lote 74.