Você está aqui

LBV realiza palestra educativa com idosas sobre prevenção ao diabetes

Pesquisa revela que a doença cresceu no Brasil e atinge mais as pessoas da terceira idade

Cachoeiro de Itapemirim, ES — Sempre preocupada com a melhoria da qualidade de vida das pessoas atendidas em seus programas socioassistenciais, a Legião da Boa Vontade promoveu, recentemente, uma palestra educativa sobre a diabetes, direcionada especialmente às mulheres que participam do programa Vida Plena.

De acordo com a pesquisa Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), divulgada em abril deste ano pelo Ministério da Saúde, o número de brasileiros diagnosticados com diabetes cresceu 61,8% nos últimos 10 anos, passando de 5,5% da população em 2006 para 8,9% em 2016. O estudo também revelou que as mulheres registram mais diagnósticos da doença: o grupo passou de 6,3% para 9,9% no período, contra índices de 4,6% e 7,8% registrados entre os homens.

Marciani Padovani Neves

Na foto, as idosas atendidas pela LBV e as alunas Arielen Brittes, Gilceia Fardim e Amanda de Lima Carpanedo, do curso de fisioterapia do Centro Universitário São Camilo. 

A palestra foi ministrada por alunas do 5º período do curso de fisioterapia do Centro Universitário São Camilo, com o objetivo de orientá-las quanto às causas, sintomas, tratamentos atuais e os cuidados para as prevenções e complicações causadas por esta doença que ainda assusta muito.

“Falar sobre a diabetes para as senhoras atendidas na LBV foi de suma importância tanto para elas quanto para nós, pois é aplicar em nossa comunidade o que aprendemos em sala de aula. Foi uma enorme surpresa ver a participação das senhoras presentes, foi uma troca muito boa. Eu percebi que as senhoras que ali estavam ou são portadoras da diabetes ou têm alguém na família que é”, ressaltou a estudante Gilceia Fardim.

Cuidados com os idosos

O levantamento revelou, ainda, que, no Brasil, o indicador de diabetes aumenta com a idade e é quase três vezes maior entre os que têm menor escolaridade. Nas pessoas com idade entre 18 e 24 anos, por exemplo, o índice é de 0,9%. Já entre brasileiros de 35 a 44 anos, o índice é de 5,2% e, entre os com idade de 55 a 64 anos, o número chega a 19,6%. O maior registro, entretanto, é na população com 65 anos ou mais, que apresenta índice de 27,2%.

Maria Cândida Eufrázia Moreira, de 64 anos, atendida pela LBV, falou sobre a importância deste encontro: "A palestra foi muito boa porque tirou minhas dúvidas, aprendi coisas que eu ainda não tinha conhecimento como, por exemplo, amputação dos membros inferiores, cegueira, perca de memória e outras coisas. Agradeço à LBV pela oportunidade de podermos aprender coisas importantes para nossa saúde, para o nosso bem-estar".

Arielen Brittes, também estudante de fisioterapia, ressaltou: “Foi gratificante realizar este momento com as idosas e poder passar um pouco do nosso conhecimento para elas. A ação da São Camilo aqui na LBV foi uma forma de sensibilização para as idosas”.

Em Cachoeiro de Itapemirim, ES, o Centro Comunitário de Assistência Social, da Legião da Boa Vontade está localizado na Rua Padre Melo, 01 – Independência. Para outras informações, ligue: (28) 3522 4058.