Você está aqui

LBV participa da Lavagem do Bonfim pelo 28° ano consecutivo

A Instituição marcou presença no festejo, levando a Majestosa Estampa de Jesus, o Cristo Ecumênico.

Todos os anos, milhares de pessoas de diferentes religiões participam de uma das maiores manifestações religiosas na Bahia: a Lavagem do Bonfim. A festa secular foi realizada nesta quinta-feira, 17, e reuniu representantes de diversas religiões, turistas, as convencionais baianas e várias autoridades. Pelo 28º ano consecutivo, a Legião da Boa Vontade (LBV) marcou presença nos festejos, levando a Majestosa Estampa de Jesus, o Cristo Ecumênico, o Divino Estadista, presente dado pelo diretor-presidente da Instituição, José de Paiva Netto, que é filho e neto de baianos, aos participantes da festividade.

Voluntários, colaboradores e parceiros da Entidade prestigiaram o evento que contempla a fé, a união, o fim da intolerância religiosa. Na oportunidade, jovens da Boa Vontade entregaram a Prece Ecumênica do Pai-Nosso ao público presente na Lavagem.

O evento, que recebeu, em 2014, o título de Patrimônio Imaterial Nacional, teve início pela manhã com um Ato Ecumênico na Igreja da Conceição da Praia. Após a cerimônia, o cortejo caminhou oito quilômetros pelas ruas da Cidade Baixa até a Igreja de Nosso Senhor do Bonfim.

Nizete Souza
"Sou colaboradora da LBV!".

Com a chegada do cortejo, a praça em frente ao Bonfim ficou tomada de gente, formando um imenso “tapete branco”, já que é tradição as pessoas usarem esta cor neste dia. Ainda na praça, as baianas lavaram a escadaria da igreja com água de cheiro, flores e folhas. A baiana Elma Miranda, de 72 anos, participa há mais de 40 anos da Lavagem. Para ela, o ato de lavar a escadaria representa purificação. “Estar aqui hoje me traz paz interior. Só tenho a agradecer”, disse.

Elma, também uma colaboradora da LBV, ficou muito feliz em ver a Instituição marcando presença na festa. “Eu me sinto gratificada por ajudar vocês, porque sei o trabalho maravilhoso que é feito com as crianças. Saber que a LBV está aqui hoje nesse evento de fé, me deixa mais satisfeita ainda”, finalizou.

O voluntário Djalma Gomes há anos participa da Lavagem junto com a Entidade. Ele ajudou a distribuir os panfletos que contêm a prece do Pai-Nosso. “Para mim, é uma honra levar a palavra de Deus, a Prece é uma oração universal. Eu me sinto honrado de ter vindo mais um ano”, relatou.

Todo o festejo ecumênico é marcado por diversos rituais de devoção, mas um importante e tradicional costume de Fé chama atenção: amarrar fitinhas coloridas no gradil da Igreja do Bonfim. Esse é um ato repetido por muitas pessoas, que com o gesto, buscam fazer os seus pedidos a Jesus.