Você está aqui

LBV beneficia comunidades indígenas em Alagoas

FOTOS: aldeias Aconã, Tingui Botó e Karapotó Terra Nova são amparadas por ação emergencial da LBV.

A pandemia do novo coronavírus trouxe profundos impactos às comunidades indígenas brasileiras

Para amenizar esses prejuízos, a Equipe da LBV esteve nas aldeias indígenas Aconã, em Traipu; Tingui Botó, em Feira Grande; e Karapotó Terra Nova, em São Sebastião, nas regiões sul e agreste de Alagoas, levando amparo a estas famíias.

Na comunidade indígena Aconã, localizada às margens do Rio São Francisco, foram distribuídos cestas de alimentos, kits de limpeza e kits pedagógicos.

Os Tingui Botó, da etnia Kariri, que habitam a comunidade Olho D´Água do Meio, no município alagoano de Feira Grande, possuem uma escola para atender a comunidade indígena. Eles também receberam os itens da LBV que reforçam os cuidados e garante alimentação à comunidade.

Já na zona rural de São Sebastião, nossa equipe entregou, na Escola Municipal de Educação Básica Rui Barbosa, na Aldeia Karapotó Terra Nova, mais de 100 kits pedagógicos, oferecendo itens pedagógicos básicos para que as crianças prossigam os estudos.

Vale pontuar que todos os protocolos de segurança foram cumpridos durante as entregas aqui mencionadas.

A sua doação faz com que a LBV chegue a quem mais precisa.