Você está aqui

LBV ajuda ribeirinhos atingidos pela cheia do Rio Negro

Ação solidária da LBV, que entregou cestas de alimentos a famílias em Cacau Pirêra, foi destaque na mídia local.

Um fenômeno comum na região amazônica, o processo de subida e descida das águas dos rios tem recebido mais atenção nos últimos dois anos, pois nesse período esse evento natural foi responsável por superar a, até então, maior cheia já registrada no local: 29,97 m, em 2012. Dos 62 municípios no Amazonas, 59 foram atingidos em 2022.

Paulo Araújo

   

A equipe da LBV esteve no bairro Cidade Nova, em Cacau Pirêra, distrito de Iranduba (a 22 quilômetros de Manaus), bastante afetado pela cheia extrema do Rio Negro, entregando cestas de alimentos não perecíveis a 70 famílias ribeirinhas assistidas pela Associação de Mulheres Jasmim.

Paulo Araújo

Em Cacau Pirêra, distrito de Iranduba/AM, para levar os alimentos às famílias, os voluntários da LBV tiveram de percorrer pontes quilométricas feitas de madeira para permitir o deslocamento de quem vive no local. O forte cheiro da água contaminada invade o nariz e não é raro se avistar ratos andando pelo lixo que flutua ao redor das palafitas.

No local, para enfrentar a água insalubre que vem de todos os lados, trazendo sujeira, destruição dos móveis e doença, a população improvisa com madeira a construção de pontes, que se tornam ruas, e levanta o assoalho das palafitas de acordo com a necessidade.

Carla Grijo

A ação da campanha SOS Calamidades, com a qual a LBV entregou cestas de alimentos a famílias vítimas das cheias em Cacau Pirêra, distrito de Iranduba/AM, foi destaque nos telejornais JAM1 e JAM2, da Rede Amazônica (afiliada da TV Globo).

Ana Maria Freitas da Silva, uma das atendidas pela LBV, fala do perigo a que estão expostos no lugar:

“Ano passado eu caí na água e quase morri afogada, porque não sei nadar; então, agora, fico mais trancada em casa”. E completa: “Agradeço a Deus por trazer vocês [da LBV] com esses alimentos, eles chegaram na hora certa, estava precisando muito”.

Este conteúdo foi publicado, originalmente, na revista BOA VONTADE nº 273, de julho de 2022. Para ler outros conteúdos desta publicação digital, clique aqui.

Para saber mais sobre a nossa atuação humanitária, acesse nosso site e siga @LBVBrasil nas redes sociais: