Você está aqui

Incentivo à leitura: crianças da LBV participam de oficina de História em Quadrinhos

A LBV promoveu, na capital mineira, a segunda parte do projeto “HQ, uma aventura diferente”, com o objetivo de intensificar o incentivo à leitura.

As famosas Histórias em Quadrinhos podem oferecer muito mais que diversão, sabia? Com enredos baseados na promoção de valores, as HQs se  configuram como um interessante instrumento de conhecimento individual e educacional. A maneira como são montadas — histórias curtas e com várias ilustrações — ajuda a prender a atenção do público, mostrando que a leitura pode ser beeem prazerosa.

Sabendo disso, a Legião da Boa Vontade (LBV) promoveu, na capital mineira, a segunda parte do projeto “HQ, uma aventura diferente”, com o objetivo de intensificar o incentivo à leitura, além de estimular a criatividade e trazer temas ligados ao cotidiano de forma simples e atrativa.

A atividade lúdica contou com o apoio do professor, ilustrador, desenhista e quadrinista Rodney Buchemi, que realizou um bate-papo super descontraído com a criançada. Na ocasião, ele falou de sua trajetória artística, mostrando desenhos que fez para diversas empresas do ramo, como a Marvel e a DC Comics. O profissional ainda ensinou os pequenos a desenvolver e organizar páginas de quadrinhos, dando dicas de como criar um roteiro e, principalmente, qual é o passo mais importante para ser um bom desenhista.

Viviane de Oliveira

Belo Horizonte, MG – Durante o bate-papo, o quadrinista mostrou alguns de seus desenhos para as crianças, que observavam tudo com atenção.

“Falei para as crianças que é necessário estudar. (...) Tem que ter um conhecimento muito vasto para produzir uma história. Para ler um roteiro que se passa em um determinado período, se o quadrinista não souber história ou geografia e outros assuntos abordados na escola, ele não vai saber lidar com o [material] que ele tem”, ressaltou Rodney.

A atendida Tainá Cristina, de 12 anos, comentou o que aprendeu: “Ele faz vários desenhos e tem sempre uma explicação. Não faz o desenho do nada e deixa lá, tem uma história, um roteiro”.

O ilustrador contou que não é fácil produzir uma narrativa através das HQs, mas que todos são capazes de fazer. Basta estudar e treinar bastante! Juan Pablo Licocê, de 11 anos, respondeu a essa fala com muita alegria e entusiasmo: “Eu quero ser um desenhista, gosto bastante de desenhar! ”.

Viviane de Oliveira

Belo Horizonte, MG – Ao final da palestra, a turminha posou sorridente com o quadrinista Rodney Buchemi.

Visite e conheça todas as ações desenvolvidas pela Legião da Boa Vontade em Belo Horizonte/MG. O Centro Comunitário de Assistência Social da LBV está localizado na Av. Cristiano Machado, 10.691 – Planalto. Para outras informações, ligue: (31) 3490 – 8101.