Você está aqui

Idoso encontra na jardinagem uma forma de ter mais qualidade de vida

“A natureza, as plantas, os jardins, tudo contribui para eu ter uma vida melhor”, destacou o sr. Hugo.

O contato com a terra, plantar sementes ou mudas, regar as plantas e flores, apreciar um jardim florido e colorido, ouvir o canto dos pássaros, tudo isso proporciona uma sensação de tranquilidade, de alegria e integração com a natureza e seus elementos.

A jardinagem dá essa possibilidade de desfrutar desses simples gestos e ao mesmo tempo, fazer dela uma terapia. Os benefícios citados por quem pratica a jardinagem são muitos: elevação da autoestima, um convite à meditação e à contemplação reduzindo o estresse e melhorando o humor, a melhora da qualidade de vida, recuperando, inclusive, a pessoa de doenças, além de torná-la uma eficaz aliada dos tratamentos convencionais.

Viu só quanta coisa?!

Imaginem a prática da jardinagem como aliada à qualidade de vida da terceira idade. Isso mesmo! O senhor Hugo Ermida, de 88 anos, natural do Rio de Janeiro e, atualmente, atendido pelo Lar Vovó Ássima e Vovô Elias Zarur, da Legião da Boa Vontade, em Volta Redonda, sabe muito bem disso.

Bruna de Jesus

Além das atividades que participa, o sr. Hugo fez questão de ajudar na preservação dos jardins do Lar da LBV.

Ele sempre foi um trabalhador atuante, gostava de ajudar na cozinha quando jovem, e ao chegar à terceira idade, viu-se sozinho, sem parentes próximos e optou, em abril de 2015, pelo regime de Longa Permanência do Lar da LBV.  Apesar dos seus 88 anos, o atendido, além das atividades oferecidas pela Instituição para uma velhice saudável, desejou ser útil em mais alguma atividade e se voluntariou para ajudar no cuidado com o jardim, que por sinal é uma área grande, bonita e cuidada com muito carinho na unidade da LBV.

“Gosto de ficar aqui porque é muito bom, tenho de tudo aqui. Adoro cuidar dos jardins, estou aprendendo muito. Gosto de ajudar porque a natureza, as plantas, tudo contribui para eu ter uma vida melhor. Aqui eu tenho uma boa convivência, todos gostam de mim, os funcionários, sou muito feliz. O tratamento dos funcionários é bom, eu me dou muito bem com todos”, disse.

E fez um convite: “É muito bom as pessoas virem visitar, a gente aprende muito aqui. Um dia todos precisarão de um lar quando chegar a velhice, e aqui é uma casa de caridade fantástica”, destacou o sr. Hugo.

Qualidade de vida na terceira idade

A LBV valoriza o idoso considerando sua história de vida e identificando oportunidades para que vivenciem a terceira idade de forma saudável e feliz. Em seus lares (Volta Redonda/RJ, Teófilo Otoni e Uberlândia/MG), a Instituição oferece todo o suporte e o cuidado necessários, respeitando suas limitações e garantindo alimentação balanceada e saborosa, atividades físicas regulares de acordo com a necessidade do atendido, área de lazer onde podem, inclusive, ter contato com a natureza, além de assistência médica e atendimento social, junto aos familiares. 

Bruna de Jesus

Com sua natureza exuberante, o Lar da LBV em Volta Redonda por si só já é um convite à contemplação e à paz.

Vale lembrar que o Lar Vovó Ássima e Vovô Elias Zarur, da Legião da Boa Vontade, conta com dois sistemas de atendimentos: o Regime de Longa Permanência e o Centro Dia. Neste último, o idoso passa parte do dia na unidade, das 8h às 16h. A LBV busca e leva em casa com toda segurança necessária.

Para manter esse trabalho, a Instituição conta com o apoio do povo brasileiro, que contribui financeiramente para a manutenção e para garantir um atendimento de qualidade a quem mais precisa.

Quer saber como ajudar?! Acesse nossa página e ajude com o quanto puder. É fácil, rápido e seguro.

Visite, apaixone-se e ajude a LBV! O Lar Vovó Ássima e Vovô Elias Zarur fica na Avenida Nossa Senhora do Amparo, 5079, no bairro Santa Rita do Zarur, e o telefone para contato é o (24) 3344-2100.