Você está aqui

Crianças da LBV confeccionam cartazes com orientações sobre combate ao mosquito da dengue

O material informativo foi encaminhado à vizinhança, visando a conscientização de todos.

Araraquara, SP — No início de março, a Legião da Boa Vontade (LBV), em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, promoveu uma palestra educativa, direcionada a meninas e meninos atendidos pelo programa Criança: Futuro no Presente! sobre o combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, da febre chicungunya e do zika vírus.

Diana Oliveira

Nas ruas do bairro próximas à unidade da LBV, as crianças destacaram a mensagem de conscientização em favor da saúde de todos.

Em visita ao Centro Comunitário de Assistência Social, os agentes de controle de vetores exibiram amostras com larvas, explicando as fases de desenvolvimento do mosquito e, ainda, advertiu sobre os perigos da automedicação sem prescrição médica, reforçando a importância de procurar um posto de saúde diante de qualquer sintoma semelhante ao das enfermidades ocasionadas pelo inseto.

Todas as dicas e orientações, assimiladas pela garotada, ilustraram diversos cartazes e folhetos produzidos por elas durante a Oficina do Saber, com o objetivo de conscientizar a população quanto aos perigos de acumular, nos quintais e calçadas, objetos que possam reter água, favorecendo a proliferação do vetor. O material produzido artisticamente teve destino certo: as casas da vizinhança e os pontos de grande fluxo de pessoas.

Diana Oliveira

O bate-papo resultou na produção de panfletos e cartazes com orientações educativas, que foram entregues na comunidade.

De acordo com a educadora social Ana Julia Pizzo, a panfletagem, ocorrida na última quinta-feira, 31, foi uma excelente oportunidade para que os pequenos pudessem fixar o conhecimento que já adquiriam sobre o assunto. “Ao falar com as pessoas, as crianças e os adolescentes demonstram que sabem das coisas que podem ser feitas para combater o mosquito. A preocupação em falar com as pessoas, para orientá-las, partiu dos próprios atendidos”, disse.

O pequeno Cézar Augusto, 10 anos, comentou algumas atitudes eficientes no combate aos criadouros. “Não podemos deixar água parada no ralo, nem nos vasos de plantas. A caixa d’água tem de estar bem tampada. Aqui nós aprendemos que, toda semana, as famílias devem se unir no tempo livre para procurar, em suas próprias casas, lugares onde há água parada. Essa atitude já ajudaria toda a vizinhança”.

Diana Oliveira

As crianças e os adolescentes atendidos pela LBV elaboraram cartazes para serem fixados em pontos estratégicos da cidade. Afinal, quando um assunto tão sério como a dengue está em pauta, toda contribuição no combate e prevenção é válida.

O desenvolvimento do protagonismo infantojuvenil é uma das primícias nas ações da LBV. A busca por um futuro melhor se estabelece a partir da conscientização das novas gerações. Por isso, a Instituição promove atividades específicas com o intuito de criar este espaço para que elas possam dialogar e colocar o que aprendeu em prática.

A atendida Eloá, 8 anos, também se mostrou bastante empenhada em colaborar para que a cidade fique melhor. “É preciso cobrir pneus, tampar garrafas e colocar cloro nas piscinas. A dengue já era ruim, e agora tem também a chikungunya e o zika vírus, por isso os cuidados devem ser redobrados para não ficarmos doentes”, contou.

Em Araraquara, SP, o Centro Comunitário de Assistência Social, da Legião da Boa Vontade, está localizado na Avenida Poeta Carlos Drummond de Andrade, 791 – Vila Suconasa. Para outras informações, ligue: (16) 3301-3471.