Você está aqui

Cônsul-geral do México envia mensagem fraterna à LBV

Em visita recente à Unidade Escolar da LBV no Rio de Janeiro, a diplomata afirmou que um trabalho como este não é visto no México.

Bruna de Jesus

A cônsul-geral do México, Linda Marina Munive Temoltzin.

A Excelentíssima cônsul-geral do México, sra. Linda Marina Dolores Munive Temoltzin, enviou, nesta quinta-feira, 29, uma mensagem fraterna à Legião da Boa Vontade (LBV), parabenizando-a pelo trabalho de qualidade realizado em favor de milhares de famílias de baixa renda.

A diplomata, que visitou, recentemente, no Centro Educacional José de Paiva Netto, Unidade da LBV em Del Castilho, zona norte do Rio de Janeiro, endereçou as seguintes palavras à Instituição:

"Legião Boa Vontade,
Rio de Janeiro, Brasil.

Eu me permito informar que a partir do próximo dia 30 de novembro fecharei meu ciclo no Rio de Janeiro e voltarei para o México, levando as boas lembranças de meus bons amigos.

Como sempre, é difícil dizer adeus, mas foram tantos momentos de alegria nesta encantadora cidade, nos quais vocês fizeram parte, por isso gostaria de agradecer o trabalho realizado, pois nos permite, constantemente, tomar consciência do ambiente que nos rodeia, preservando assim a defesa dos Direitos Humanos, que é sem dúvida a base do desenvolvimento humano e parte fundamental do trabalho deste Consulado Geral.

Aproveito estas linhas para desejar a vocês e suas famílias, um Feliz Natal e um Ano Novo cheio de felicidade e sucesso.

Eu me despeço com a certeza de que vamos voltar a nos encontrar pelos percursos das nossas vidas. Por isso, não digo adeus, digo apenas até logo!

Atenciosamente,

Linda Marina Munive Temoltzin
Cônsul-geral do México."

EDUCAÇÃO DE EXCELÊNCIA

Durante a visita à Unidade Educacional da Legião da Boa Vontade na Cidade Maravilhosa, a sra. Linda declarou que um trabalho como este não é visto no México. A Escola atende, diariamente, mais de 650 alunos, em período integral, de 1 a 14 anos, da Educação Infantil ao Ensino Fundamental II, oferecendo uma educação de qualidade, que alia "Cérebro e Coração", conforme preconiza Paiva Netto, criador da linha educacional aplicada, com sucesso, na Escola — e formada pela Pedagogia do Afeto e Pedagogia do Cidadão Ecumênico.

Bruna de Jesus

Na oportunidade, a diplomata percorreu diversos ambientes da Unidade Educacional da LBV, no RJ, e se encantou com tudo o que viu. 

Sobre o modelo pedagógico da LBV, a cônsul-geral afirmou que deve ser copiado no México por ter um sucesso comprovado. "Quero dizer que fiquei surpresa e admirada pelo grande amor que vocês têm pelos meninos e que eles estão recebendo uma educação de qualidade, de formação, sobretudo, no amor, que é super importante em nossas sociedades, que padecem de muitas necessidades humanas. Estou gostando de estar aqui, olhar esses meninos com a capoeira, com taekwondo, aquele serviço que vocês fazem cuidando dos dentes, da educação na saúde pessoal, com corte de cabelo para as crianças. É uma coisa fantástica!”, comentou.

Deste modo, a diplomata recordou-se ainda de que, em sua época de escola, aprendeu a como ser cidadã, noções de civismo e o respeito às autoridades, valores que, segundo ela, estão em falta nas escolas de seu país. Daí ter ficado impressionada por existir no Brasil a LBV, que desenvolveu e implantou, com tanto êxito, a Pedagogia do Afeto e a Pedagogia do Cidadão Ecumênico.