Você está aqui

Como combater o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes?

LBV alerta pais e filhos sobre o enfrentamento e a prevenção contra essa prática abusiva

Maricá, RJ — A Legião da Boa Vontade no município de Maricá, Região dos Lagos, realizou na última quarta-feira, 14 de junho, a palestra “O Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes”, alertando pais, responsáveis e jovens atendidos em sua unidade socioassistencial.

“O objetivo foi alertar e conscientizar os atendidos do programa Criança: Futuro no Presente!, seus pais e responsáveis sobre o enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes, incentivando a participação e o protagonismo juvenil. Além da conscientização sobre o tema e a prevenção com suas famílias a fim de evitar que situações como essa venha a ocorrer. Por desconhecimento ou vergonha a criança não busca ajuda", reforçou a assistente social Raquel Cunha, que apresenta outras informações importantes abaixo. Confira.

Janaína Rosa

As crianças assistiram a um vídeo educativo voltado, e em seguida participaram de uma roda de conversa sobre o tema.

Disque 100*

“O encontro orientou também sobre como buscar ajuda. Por se tratar de criança, devemos falar preventivamente de maneira clara com uma linguagem voltada para ela, ajudando-a a distinguir expressões de carinho saudáveis das abusivas. Reforçamos também que caso isso ocorra, deve contar para alguém de confiança e aos canais oficiais como o disque 100”.  

Metodologia aplicada

Janaína Rosa

Raquel Cunha, assistente social da LBV na cidade de Maricá/RJ.

“Assistimos a um vídeo voltado a elas, seguida de uma roda de conversa e distribuímos uma folha com um coração em forma de radar. E assim, de maneira bem lúdica, o radar que irá distinguir os bons carinhos de carinhos estranhos. Finalizando, as crianças fizeram desenhos que fazem bem ao coração, que foram apresentados aos responsáveis no Encontro das Famílias”.

Alerta aos pais e responsáveis

“Com os pais e responsáveis, o objetivo foi reforçar a importância de se tratar do assunto, para que se evitem situações de violência. O responsável sendo melhor orientado, consegue identificar e evitar situações estranhas pelas quais a criança possa passar. Daí, a importância de se estreitar os laços familiares, para que se sinta confortável de relatar aos pais sobre alguma situação estranha”.

Protagonismo infantojuvenil

As crianças que assistiram à palestra, aprenderam direitinho as dicas de segurança e proteção. A pequena Rosemere, de 10 anos, destacou: “eu achei a palestra interessante, porque sei de casos que várias crianças no mundo já foram sequestradas e alguém já ofereceu alguma coisa de estranho. Se você também passar por isso, pode falar com um adulto ou disque 100”. Juliana, 9 anos, também aprendeu a lição: “assisti a palestra e gostei muito do vídeo. Se você já passou por isso, fale com um adulto e disque 100”. Laísa, de 11 anos, também reforçou: “a palestra foi muito boa. Aprendi que se alguém tocar em você de maneira inadequada, deve falar com os pais”.

Prevenção: a grande forma de lutar contra o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes

Na LBV, as crianças e os adolescentes participam de oficinas educativas, todas permeadas pelos valores da Espiritualidade Ecumênica, diferencial da Instituição. Eles participam de debates sobre temas prioritários para a saúde infantil e jovem, agindo, assim, preventivamente. Além disso, a família toda é envolvida nas ações para que a criança se sinta protegida dentro e fora de casa.

Visite, apaixone-se e ajude a LBV! O Centro Comunitário de Assistência Social da Legião da Boa Vontade, em Maricá/RJ, está localizado na Av. Francisco Sabino da Costa, 355 – Centro. Telefone: (21) 2634-2027.

____________________________________
*O Disque Direitos Humanos ou Disque 100 é um serviço de proteção de crianças e adolescentes com foco em violência sexual, vinculado ao Programa Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SPDCA/SDH).