Você está aqui

Com a sua ajuda, LBV distribui 73 toneladas de alimentos em São Paulo

A ação beneficiou 4 mil famílias em situação de pobreza que residem em comunidades da capital paulista e região metropolitana.

São Paulo é uma cidade de superlativos. É a maior metrópole do Brasil, da América Latina e de todo o Hemisfério Sul, com 12,2 milhões de habitantes, o coração econômico do país e o municipio mais influente da América do Sul.

Ande pelos bairros e enxergará com clareza traços marcantes do Japão, da Itália, de Angola e de outros estados brasileiros, especialmente do Nordeste. Um DNA multicultural.

Estas credenciais, no entanto, não amenizam a triste realidade de muitos paulistanos. São Paulo tem, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mais de 700 mil pessoas vivendo em situação de extrema pobreza.

Desde 2016, mais 180 mil paulistanos entraram neste índice (um aumento de 35%), que leva em conta a linha de corte do Banco Mundial.

A organização considera extrema pobreza quem recebe 1,90 US$ de renda domiciliar per capita por dia — equivalente a R$ 136 por mês.

Além da pobreza, a falta de moradia e a exposição à violência e à fome também prejudicam muitas pessoas, sobretudo na região central da cidade.

Não à toa, o Centro de SP é o que mais ameaça o desenvolvimento da infância na capital, segundo levantamento da Rede Nossa São Paulo. Dos 96 distritos da capital, o bairro que tem o maior número de crianças vivendo em área de vulnerabilidade social em São Paulo é o Bom Retiro. 

E é justamente nesta região da cidade que a força da Solidariedade fez mais uma vez a diferença.

POR UM NATAL MAIS FELIZ

Na manhã desta quinta-feira, 19 de dezembro, a Legião da Boa Vontade (LBV) abriu as portas de seu Conjunto Educacional para entregar, graças à sua ajuda, 73 toneladas de alimentos não perecíveis a quatro mil famílias em situação de pobreza atendidas pela Entidade e por organizações parceiras que residem em comunidades da capital paulista e região metropolitana, como Bom Retiro (Comunidades do Moinho e do Gato), Jardim Peri, Brasilândia, Jardim Elisa Maria, Vila Nova Cachoeirinha, Itaim Paulista, Freguesia do Ó, Itaquera, Caieiras, Cidade Tiradentes, São Miguel Paulista, Ermelino Matarazzo, Parque Taipas, Guaianazes, além de Guarulhos, Poá, Ferraz de Vasconcelos, Embu das Artes e Suzano.

A ação faz parte da tradicional campanha Natal Permanente da LBV — Jesus, o Pão Nosso de cada dia!, que coroa o importante trabalho socioassistencial realizado pela Entidade no município.

Realizada desde as primeiras horas do dia, a entrega das cestas contou com o valoroso apoio de centenas de voluntários, dentre eles, o atleta Rodrigo Minotauro, ícone brasileiro das artes marciais, e a apresentadora Faa Morena, da RedeTV!.

Vale pontuar que a equipe de reportagem do telejornal SP1, da Rede Globo, também esteve presente para registrar a entrega das cestas e a emoção dos beneficiados.

VOCÊ AJUDA, A LBV FAZ!

No rosto de cada atendido, um sorriso aberto e sincero que não deixava margem para dúvidas: aquela cesta de alimentos não perecíveis era a garantia de uma ceia mais farta. Nos discursos, a gratidão transbordava em palavras emocionadas.

Com o apoio da LBV, estas famílias carregavam a certeza de um fim de ano mais feliz.

Vivian R. Ferreira

São Paulo, SP — Todos os anos, a LBV garante um Natal mais feliz a milhares de famílias. Já é uma tradição a entrega de cestas de alimentos a famílias de baixa renda em todo o país. 

 

Aliás, um apoio que não falta durante todo o ano — e nos momentos mais difíceis da vida de muitos beneficiados.

"Quando fiquei grávida, não tinha nada", afirmou a sra. Daisy da Silva Rodrigues, de 33 anos. Acompanhada de sua caçula, no carrinho de bebê, contou como a Legião da Boa Vontade entrou em sua vida.

"Já fiz cursos profissionalizantes na LBV e participei do programa Cidadão-Bebê. Aprendi a cuidar do bebê e dos outros filhos, a cuidar da casa, bastante coisas. No final do atendimento, ainda ganhei um enxoval completo. A LBV me ajuda bastante".

Ao receber a cesta de alimentos, Daisy fez questão de mandar um recado a todos os colaboradores. "Queria agradecer e pedir para Deus proteger a vida deles", finaliza.

Tamires da Silva Cruz mora numa ocupação no bairro da Armênia com o marido João e a filha, de dez meses.

Vivian R. Ferreira

Em busca de novos rumos, encontrou auxílio na LBV.  "Estudei no Instituto de Educação José de Paiva Netto, na Educação de Jovens e Adultos (EJA). Essa foi uma ótima oportunidade para mim", relembra.

Quando engravidou e não pôde mais frequentar as aulas, pois precisava cuidar da recém-nascida, o apoio da Entidade não cessou. Ela voltou à Escola para buscar sua cesta de alimentos.

"Essa cesta de alimentos significa tudo, só tenho a agradecer. Ela vai ajudar muito no meu fim de ano, só o meu marido trabalha, vivemos da reciclagem. Eu agradeço a todos os colaboradores, desejo tudo de bom para cada um deles, um feliz Natal e um próspero ano novo."

Moradora do Jardim Fontális, a sra. Carlinda Muniz de Andrade, também deixou transbordar em suas palavras a emoção em receber o presente da LBV.

"Na minha casa tem nove pessoas — cinco crianças e quatro crianças — e essa cesta de alimentos chegou na hora certa. Como Deus é bom! Estou com meu pai internado, ele tem 84 anos, e só tem uma pessoa trabalhando para sustentar nove bocas. Não é fácil. Então, esse alimento chegou na hora certa. Na LBV, somos tratados com amor e respeito", comentou.

Aos colaboradores, fez o emocionado pedido: "Continuem ajudando, porque vocês ajudam a matar nossa fome".

COMPROVAÇÃO

O sr. Mario Edson da Silva era uma dentre as muitas pessoas emocionadas. E ele tinha todos os motivos para estar feliz.

Vivian R. Ferreira

São Paulo, SP — O sr. Mario Edson da Silva foi um dos voluntários da ação solidária. 

Colaborador, ele se prontificou em ajudar na entrega das cestas da Campanha de Natal da LBV.

"Contribuo todo o mês. Tenho 72 anos e estou aqui, espontaneamente. A fome é um negócio difícil, insuportável, e estar aqui, distribuindo essas cestas, me faz sentir muita alegria. Se você tem, por que não dar? Eu moro em Santana do Parnaíba, três horas até aqui. Acordei 5h30 para estar aqui."

Satisfeito em comprovar que a sua doação faz toda a diferença na vida de centenas de pessoas, o Amigo da Boa Vontade resumiu assim sua experiência:

"Estou feliz da vida! Para mim, é gratificante. Tomara Deus que eu possa continuar ajudando o próximo."

A você, que, assim como o sr. Mario Edson, contribuiu com a LBV, o nosso muito obrigado! \o/