Você está aqui

Cidadania: alunos debatem vida e obra de Nelson Mandela

                             

Vivian R. Ferreira

Numa aula de cidadania, alunos do 3º ano do Ensino Fundamental aprendem sobre a trajetória de Nelson Mandela.

Os alunos do 3º ano do Ensino Fundamental do Instituto de Educação José de Paiva Netto tiveram uma aula especial nesta sexta-feira, 6. Eles aprenderam sobre a vida e trajetória de Nelson Mandela, ex-presidente da África do Sul e líder pela luta da igualdade racial, que faleceu no último dia 5. Reconhecido pelos seus esforços na difusão da democracia e pela promoção da Paz, Mandela é considerado o libertador dos sul-africanos, recebendo também o Prêmio Nobel da Paz.

A atividade conduzida pela professora Daniela Fávaro apresentou informações sobre a vida e trajetória de Mandela que se dedicou à promoção da Paz. Com base na história dele, a professora trabalhou conceitos como respeito ao próximo, não ter preconceito e a vivência de uma Cidadania Solidária.  “Nós trabalhamos os valores, não deixamos que estes valores fiquem esquecidos. Isso é muito importante porque eles vão fazer a diferença de uma forma mais humana. Na sociedade, hoje, é o que nós precisamos”, comentou.

                             

Vivian R. Ferreira

A aula foi registrada pela equipe do SBT. Na ocasião, a repórter Carolina Aguaidas entrevistou os estudantes.

Atividades como essa, inclusive, são recorrentes na Escola, pois vai ao encontro da linha educacional desenvolvida nas diversas unidades socioeducacionais da Legião da Boa Vontade em todo o País e no exterior. Criada pelo educador Paiva Netto, diretor-presidente da Instituição, essa linha educacional é formada pela Pedagogia do Afeto e a Pedagogia do Cidadão Ecumênico, que juntas promovem “um olhar além do intelecto”, como define seu criador.

 Desta forma, além da excelência no ensino das matérias que compõem a grade curricular, há o desenvolvimento da inteligência emocional, despertando os educandos para uma vivência fraterna e ecumênica na sociedade. Daí, o lema das unidades educacionais da LBV ser: “Aqui se estuda. Foram-se Cérebro e Coração!”.
E esse aprendizado, de fato, faz parte da vida dos pequenos. “É com respeito que nós temos amigos, a confiança das pessoas. Nós aprendemos desde pequenininhos na Escola que somos todos iguais e não importa se somos negros, brancos, de outras religiões. O que importa é o amor que temos uns pelos outros”, comentou a pequena Lara Vitória, que do auge dos 8 anos mostra que já sabe o que é preciso ser valorizado. A colega Júlia Roberta, de 9 anos, também contou o que aprendeu: “Eu vou levar isso para o resto da vida, porque não importa se for negro ou branco. Somos iguais e humanos”.

A aula chamou a atenção da mídia, com destaque para a presença da equipe de reportagem do jornalismo do SBT de São Paulo. Na ocasião, a repórter Carolina Aguaidas registrou momentos da aula e a palavra dos estudantes.