Você está aqui

Jovem se espelha na mãe para alçar voos mais altos no esporte

Pietra Maria coleciona vitórias no judô. Mas essa trajetória de sucesso só foi possível graças à determinação de dona Leide. Conheça essa emocionante história!

As medalhas, orgulhosamente penduradas no pescoço, vieram como muita dedicação. Pietra Maria, de 14 anos, sabe que no esporte — como em qualquer outra área da vida — nenhuma conquista vem por acaso. Aprendeu que sem obstinação e uma boa dose de persistência não há fórmula da vitória, dentro ou fora dos ginásios. Ela descobriu que a ginga bem treinada de judoca, responsável por garantir-lhe tantos títulos, não deve ser menosprezada longe do ambiente esportivo. Uma lição dada por um mestre que não veste quimono. Se o judô lhe aprimorou a disciplina, a mãe é o espelho de determinação. A Pietra, campeã nos tatames, mira-se em dona Leide para vencer na vida.

Arquivo pessoal
Durante os campeonatos que participou, Pietra conquistou dezenas de medalhas e hoje representa a Escola da LBV em competições internacionais.

Com a mãe, aprendeu que todo esforço será recompensado. Não vacila diante das responsabilidades. Encara os estudos com a mesma seriedade com que se dedica aos treinamentos de judô, acreditando na premissa de que a educação também forma um atleta. Na sala de aula, domina os cálculos matemáticos e as regras gramaticais com a mesma facilidade com que leva ao chão seus adversários nas competições esportivas. “Ela é uma menina dedicada”, afirma dona Leide, com um largo sorriso no rosto.

O boletim recheado de boas notas faz de Pietra uma referência na sala de aula. Para a turma de judô, também é figura de destaque. Motivo de comodidade? Nem pensar. A voz forte da mãe, que ecoa nas arquibancadas enquanto a jovem disputa alguma competição, também ganha volume em casa. Leide não cansa de reprisar à filha o discurso de que o reconhecimento dos outros estudantes aumenta a sua responsabilidade. Nada de abraçar a tal zona de conforto.

O Esporte como aliado da Educação

“A Pietra se tornou um exemplo para os alunos por possuir um excelente desempenho dentro e fora da escola. Possui as melhores notas em sala de aula e seus resultados no judô são excelentes, conseguiu medalhar em todas as competições. É isso que a gente espera de nossos atletas, que sejam bons dentro e fora do tatame”, comentou Sérgio Euzébio, o coordenador de esportes da LBV.

Presente para a família

O presente campeão da adolescente, contudo, começou a ser desenhado ainda no Estado do Piauí, terra natal de dona Leide. Preocupada com a educação dos filhos, decidiu fazer as malas e tentar a sorte na Cidade Maravilhosa. Os primeiros passos no novo município, contudo,não foram fáceis. Instalada numa casa humilde na comunidade de Nova Brasília, que integra o Complexo do Alemão, a mãe não encontrava emprego, muito menos uma escola de qualidade para os pequenos.

Arquivo pessoal
Leide Rocha ao lado da filha Pietra, durante cerimônia de formatura no Centro Educacional José de Paiva Netto.

Mas o complicado quadro não diminuiu as esperanças da mãe de que, um dia, as coisas para a sua família melhorariam. Um sentimento que não falha. A procura por uma Unidade Escolar teve fim quando procurou o Centro Educacional José de Paiva Netto, Unidade Escolar da Legião da Boa Vontade (LBV). “Quando eu soube que era uma boa escola, eu a matriculei. Soube que podia me ajudar, pois eu precisava trabalhar e ali teria um bom local para deixá-los”, conta.

A mãe, tão preocupada com o futuro dos filhos, gostou do que viu e ouviu. Teve certeza de que aquele era o ambiente perfeito para que as crianças recebessem não apenas uma boa educação, mas também aprimorassem valores éticos e morais que o transformassem em agentes na construção de uma Cultura de Paz. Não errou na escolha.

LEIA TAMBÉM:
+ Avó supera dramas pessoais e, com o apoio da LBV, volta a sorrir
Mãe vence envolvimento com drogas na adolescência e reconquista família


Além de um ensino de qualidade, a Escola da LBV deu à Pietra um meio de vida. A jovem é categórica ao afirmar que o seu futuro está no judô. “Tenho o maior orgulho de colocar o quimono e representar a minha escola. Lá, a gente aprende que o importante é competir, mostrar que sou capaz, que basta eu querer e acreditar em mim mesma que vou conseguir vencer”, disse.

Campeões na vida

Com o apoio da LBV, dona Leide pôde construir um horizonte mais amplo para a própria família. Enquanto a filha estuda — e brilha pelos tatames do Brasil —, ela trabalha para manter o sustento do lar.  A promessa que fez a si mesma, antes de deixar o Piauí, foi cumprida. O futuro dos Rocha pôde ser desenhado com linhas mais coloridas graças à educação oferecida pela Entidade aos seus filhos. “Sou uma mãe orgulhosa por ver meus filhos bem encaminhados e preparados para vencer na vida.” 

Arquivo pessoal
A dedicação de Pietra aos treinos, bem como seus resultados, é espelho para os demais atletas.

Hoje, orgulha-se ao dizer que os filhos carregam dentro de si, assim como ela, um coração azul que atende pelo nome de Legião da Boa Vontade. “Eu quero agradecer a LBV por contribuir na educação da minha filha e também agradecer ao Paiva Netto por essa Obra bonita que ajuda muita gente”, finalizou.
____________________________________________
Com colaboração de Nathan Rodrigues