Você está aqui

3 relatos emocionantes de mulheres amparadas pela LBV

Campanhas da LBV entregam kits pedagógicos e cestas de alimentos no enfretamento à pandemia do novo coronavírus.

Durante o mês de março, compartilharemos com você inspiradores exemplos de mulheres guerreiras que, pela grande capacidade realizadora feminina, transformam suas vidas, de suas famílias e de suas comunidades para melhor. Uma justa e merecidíssima homenagem da LBV a todas as mulheres que ajudam a construir um mundo melhor, por meio de suas ações, atitudes e iniciativas solidárias.

Neste post, reunimos três relatos de mulheres que foram amparadas pela LBV em um período crucial — e graças à doação de pessoas generosas como você. Esses depoimentos foram publicados originalmente na revista BOA VONTADE nº 269, de março de 2022.

“Meu anjo guardador”

Michael Jonathas

Lilian Cândido da Silva e dois dos seus quatro filhos.

Lilian Cândido da Silva tem 51 anos, mora em Campinas/SP e é mãe solo de quatro adolescentes — três deles, com idades entre 11 e 13 anos, participam de nossos serviços de convivência. Desempregada, conta apenas com a renda fixa de 400,00 reais (oriunda do programa do governo federal) e não pôde comprar os itens escolares necessários para que os filhos iniciassem o novo ano letivo. Até que a ajuda chegou.

A família foi contemplada pela tradicional campanha LBV — Educação: Futuro no Presente!, que distribui kits de material escolar para crianças e adolescentes de baixa renda em todo o Brasil.

“Meus filhos não começaram a ir para a escola pelo fato de eu não estar em condições de comprar o material. Esses kits doados pela LBV vão me ajudar muito, assim como tudo o que a Instituição faz por mim e por meus filhos. Com o dinheiro que eu teria de gastar para comprar o material, vou suprir as necessidades de dentro de casa. É um presentão da LBV. Hoje, os meus meninos vão para o colégio! Vocês são os meus anjos guardadores enviados por Deus, porque toda vez que eu estou passando por algum tipo de dificuldade de alimentação chega a cesta da LBV. Na minha vida, a LBV é importantíssima, e agradeço demais”, disse.

“A LBV é uma família para mim”

Ana Paula Ferreira

Sueli da Costa Santos e sua filha Siane, 4 anos, aluna do Jardim I, da escola Infantil da LBV em Belém/PA.

Sueli da Costa Santos é mãe de Siane Vitória da Costa Santos, 4 anos, que frequenta o Jardim I na Escola da LBV em Belém/PA. No primeiro dia de aula deste ano letivo, sua filha foi presenteada com um kit pedagógico e ela também levou para casa uma cesta de alimentos não perecíveis, uma forma de amenizar os prejuízos gerados pela pandemia. Na ocasião, a mãe explicou por que, para ela e tantos outros pais e responsáveis, a unidade educacional é bem mais que um lugar de ensino.

“Só de estar na LBV as coisas se tornam mais fáceis, porque a Instituição está sempre dando a mão para a gente, ajudando. E este material que recebemos agora é de grande valia. A LBV representa tudo para mim, é o local que sei que minha filha está bem, ela gosta de estar aqui. Eu sempre digo que a LBV é uma família, só tenho de agradecer a Deus. A cada dia, a minha menina evolui, vem crescendo. Como mãe, eu estou muito grata!"

A Escola da LBV atende estudantes vindos de lares que enfrentam vários tipos de vulnerabilidade social, oferecendo um ensino de alta qualidade provendo essas crianças de benefícios que ampliem as oportunidades delas, a fim de despertar talentos, por meio da Educação, da Arte e do Esporte, e sejam incentivadas a ser protagonistas em suas vidas, agentes transformadoras de uma sociedade mais justa.

"A LBV é o segundo pai para minha baixinha"

Bianca Gunha

Helaine Cristina dos Santos, mãe da Mirela, 4 anos, aluna do Pré 1 da escola de Educação Infantil da LBV em Curitiba/PR, umas das beneficiadas com o kit escolar.

Durante os festejos de 25 anos da nossa Escola em Curitiba/PR, nossos 200 alunos ganharam kits pedagógicos e uniformes. Já seus pais ou responsáveis receberam a cesta de alimentos para garantir uma alimentação de qualidade às crianças. Sobre o amparo prestado pela LBV, Helaine Cristina dos Santos, mãe da Mirela, 4 anos, aluna do Pré 1 da escola, afirmou:

“Eu sou muita grata pela ajuda que estamos tendo com as cestas de alimentos nesses dois anos de pandemia. Na volta às aulas [presenciais] no ano passado, toda a estrutura que a LBV tem dado, de ensinamento, de Educação, tanto aqui como quando foi preciso o ensino remoto... Eu só tenho de agradecer. [O pessoal da LBV] é o segundo pai pra minha baixinha. Obrigada a todos que estão sempre colaborando com a Instituição."

Na ocasião, todo o espaço da escola contou com uma decoração especial, graças à parceria com a empresa amiga L&C Festas e Decorações, além da colaboração do projeto social Amigos Curitiba (que doou cupcakes para a festa), o que deixou o dia desses estudantes ainda mais alegre e com a esperança renovada.

Graças à sua doação, Lilian, Sueli, Helaine e tantas outras aguerridas mulheres tiveram o que comer em dias de tantas incertezas e os seus filhos puderam frequentar a escola com todos os materiais necessários para os estudos. Ao investir no nosso trabalho, você ajuda a transformar para melhor a vida de milhares de pessoas em todo o Brasil.