Você está aqui

Projeto de Horta Comunitária: Como Fazer Funcionar

Quer comer uma hortaliça fresquinha, fazer amizades e ainda entrar em equilíbrio com a natureza? Veja passos fáceis de como montar um projeto de horta comunitária.

Se perguntarmos sobre algum local de grande identificação entre o paulistano e sua cidade, bem provavelmente a resposta será a Av. Paulista. A alongada via é um espaço de quase três quilômetros cercado por prédios, lojas, praças e mais. Representa o espírito batalhador de uma cidade que não para. Entupida de prédios, o ar tem um grau de "rarefetividade" por conta da poluição — mais densa. Entretanto, sua selva cinzenta reserva agradabilíssimas surpresas aromadas, como o projeto de horta comunitária que fica na Praça do Ciclista.

Arte: Elias Paulo
Como montar um projeto de horta comunitária

Talvez inúmeras pessoas tenham passado pela Praça do Ciclista e sequer percebido a existência daqueles pés de alecrim e girassol... Mas há muita gente reproduzindo projetos de hortas comunitárias como aquele por aí. E isso é bastante positivo.

Afinal, organizar uma horta orgânica de maneira conjunta tem benefícios que, se calculados, poderiam tomar vários hectares, por assim dizer. E vamos explicar todos :)

As sementes que plantamos

Montar uma horta orgânica no meio de tantos prédios e avenidas pode, de início, parecer uma atitude pequena.

Mas não é.

Afinal, em todo projeto de horta comunitário, somam-se muitas horas de responsabilidade e diversão.

Além disso, plantar em conjunto cria a oportunidade de fazer novas amizades, promove a alimentação saudável e mexe com o espírito de iniciativa própria e de cidadania.

São sementes essas que cultivamos que podem, enfim, fazer uma grande diferença na sociedade.

Conscientizar da importância da Natureza é muito do que fazemos em nossas unidades pelo Brasil.

E promovemos isso desde a mais tenra idade.

São várias as atividades que reúnem consciência socioambiental, alimentação saudável e valorização do protagonismo infantojuvenil.

Conheça alguns dos nossos projetos abaixo:

5 passos para montar um projeto de horta comunitária

Você viu a quantidade de hortas que montamos junto às crianças atendidas pela LBV Brasil afora?

Então, é muito simples e fácil começar um projeto de horta comunitária. Basta seguir estes passos básicos:

1º passo: Junte amigos e vizinhos
Converse sobre a ideia de iniciar um projeto de horta comunitária com as pessoas de seu bairro. Apresente os benefícios, e bem provavelmente você se surpreenderá com o número de pessoas interessadas.

2º passo: Encontre o local ideal para plantar
De preferência, o terreno precisa ser plano, aberto e que receba luz do sol, claro. Mas, se o solo não estiver em boas condições, você também pode substituí-lo.

3º passo: Produza seu próprio adubo
Resíduos orgânicos podem ser reciclados e virar adubo. A técnica para fazer uma composteira caseira utiliza três caixas de plástico, uma torneira e minhocas.

4º passo: Estabeleça regras
Divida as áreas entre os participantes, crie escalas de dias e horários e agende mutirões de limpeza e plantio.

5º passo: Delicie-se com a sua colheita
Com certeza, o momento mais aguardado. Por isso, aproveite as hortaliças com familiares e até mesmo com os seus colegas do projeto da horta comunitária.

Plantando as hortaliças

Você já deve estar se imaginando comer uma fruta fresquinha, sem agrotóxicos e sem esperar o sábado de feira.

As técnicas de plantio são bem simples, e você poderá com algumas dicas montar um excelente projeto de horta comunitária na sua região.

Assim que você decidir o que vai plantar, você deve colher informações sobre as espécies. Algumas são reproduzidas por sementes. Outras, por mudas.

Apesar da necessidade do sol, as mais variadas espécies exigem condições únicas de clima e temperatura. É preciso ficar atento.

Sementes

No início do plantio no projeto de horta comunitária, as sementes devem ser inseridas em pequenas fendas abertas na terra, cuja profundidade é muitas vezes descrita nas embalagens que contêm as sementes. Nem todas as sementes geminam e, por isso, você deve colocar um pouco a mais. Cubra as sementes com terra fina ou serragem.

 VS

Mudas

No caso das mudas, pula-se o processo de geminação das sementes. Mas o plantio também ocorre de maneira diferente, já que as mudas vêm com subtrato. Portanto, você deve cavar um pequeno buraco e colocar a muda com muito cuidado, a fim de evitar a quebra das raízes. Depois, você deve cobrir a base com um pouco de terra.

Nos primeiros dias, você deve regar bem a área de semeadura, com uma lâmina bem fina de água. Regadores, nesse período, são mais recomendáveis que mangueiras.

Conforme o tempo vai passando, os intervalos de regas podem ser maiores. Você deve manter a terra sempre úmida, mas não pode ser em excesso.

Épocas e regiões para o cultivo das principais espécies


Início da colheita: 90-120 dias
Temperatura ideal: Elevada
Sul: Out/Fev
Sudeste: Set/Mar
Nordeste: Mar/Out
Centro-oeste: Ano todo
Norte: Abr/Ago
Início da colheita: 45-60 dias
Temperatura ideal: Amena
Sul: Set/Mai
Sudeste: Ago/Mai
Nordeste: Mar/Out
Centro-oeste: Ano todo
Norte: Abr/Ago
Início da colheita: 60-70 dias
Temperatura ideal: Amena
Sul: Fev/Out
Sudeste: Fev/Jul
Nordeste: Mar/Set
Centro-oeste: Mar/Jul
Norte: Abr/Jul
Início da colheita: 50-70 dias
Temperatura ideal: Todas (depende do tipo)
Sul: Ano todo
Sudeste: Ano todo
Nordeste: Ano todo
Centro-oeste: Ano todo
Norte: Ano todo
Início da colheita: 150-180 dias
Temperatura ideal: Todas (depende do tipo)
Sul: Mai/Jun
Sudeste: Mar/Abr
Nordeste: Mai
Centro-oeste: *
Norte: Mar/Abr
Início da colheita: 90-120 dias
Temperatura ideal: Amena
Sul: Nov/Dez
Sudeste: Abr/Mai
Nordeste: *
Centro-oeste: Abr/Mai
Norte: *
Início da colheita: 120-150 dias
Temperatura ideal: Elevada
Sul: Out/Dez
Sudeste: Out/Dez
Nordeste: Ano todo
Centro-oeste: Out/Dez
Norte: Ano todo
Início da colheita: 100-120 dias
Temperatura ideal: Elevada
Sul: Ago/Jan
Sudeste: Ago/Mar
Nordeste: Ano todo
Centro-oeste: Ago/Fev
Norte: Abr/Ago
Início da colheita: 60-70 dias
Temperatura ideal: de Baixa a Amena
Sul: Ano todo
Sudeste: Ano todo
Nordeste: Abr/Ago
Centro-oeste: Abr/Ago
Norte: *
Início da colheita: 120-180 dias
Temperatura ideal: Amena
Sul: Jul/Ago
Sudeste: Fev/Mai
Nordeste: Fev/Abr
Centro-oeste: Fev/Mai
Norte: Fev/Mai
Início da colheita: 80-100 dias
Temperatura ideal: de Baixa a Amena
Sul: Ano todo
Sudeste: Ano todo
Nordeste: Mar/Jul
Centro-oeste: Abr/Ago
Norte: Abr/Out
Início da colheita: 50-60 dias
Temperatura ideal: Alta
Sul: Set/Jan
Sudeste: Ago/Fev
Nordeste: Ano todo
Centro-oeste: Ago/Abr
Norte: Abr/Out
Início da colheita: 80-90 dias
Temperatura ideal: de Baixa a Alta
Sul: Fev/Jul
Sudeste: Fev/Jul
Nordeste: Abr/Ago
Centro-oeste: Fev/Jul​
Norte: Abr/Jul
Início da colheita: 60-80 dias
Temperatura ideal: Amena
Sul: Fev/Set
Sudeste: Fev/Set
Nordeste: Mar/Ago
Centro-oeste: Mar/Ago​
Norte: Mar/Mai
Início da colheita: 90-120 dias
Temperatura ideal: Alta
Sul: Set/Fev
Sudeste: Ago/Mar
Nordeste: Ano todo
Centro-oeste: Ago​/Dez
Norte: Jul/Dez

Essas e outras informações encontram-se disponíveis num material montado pela Embrapa e pelo Sebrae.

Hortas urbanas: uma solução?

Sabe aquele terreno abandonado, aquela praça escura, aquele quintal sem graça? Podem ser uma fonte de renda, uma oportunidade para reaproximar as pessoas da terra, da comunidade, dos espaços públicos.

Os benefícios são inumerados.

Em um projeto de horta comunitária, o interessante é que, além de reconectar o ser humano à natureza, toda a iniciativa acaba se tornando um jeito de ocupar harmoniosamente lugares tidos como abandonados.

E ainda há outro aspecto atrativo. Existe um grande potencial de geração de trabalho e renda com a criação de hortas comunitárias.

Portanto, se você está pensando em montar um projeto como esse, saiba que em tempos de sustentabilidade, optar por uma atitude consciente faz toda a diferença: para você, para sua comunidade, para o mundo.

Pegue uma pá e plante uma ideia. Ela vai frutificar. Pode ter certeza.